Planejamento de Rotas Cicloturísticas no Paraná, como forma de incentivar o desenvolvimento local e o turismo sustentável
07/06/2022 - 17:37

O Governo do Estado lançou na última sexta-feira, dia 3 de junho de 2022, um Manual de Planejamento de Rotas Cicloturísticas, elaborado pela Paraná Projetos com apoio da Câmara Técnica de Saúde, Esporte e Cicloturismo vinculada ao Conselho Paranaense de Ciclomobilidade – Conciclo. A proposta do manual é auxiliar os municípios no processo de planejamento de Rotas Cicloturísticas bem como fomentar o cicloturismo no Estado. O lançamento ocorreu no I Encontro Paranaense sobre Rotas Cicloturísticas, em Curitiba, em alusão ao Dia Mundial da Bicicleta.

De acordo com levantamento feito em 2020, pela Secretaria do Planejamento e Projetos Estruturantes, 50 municípios paranaenses contam com algum caminho que une turismo, bicicleta e meio ambiente. O Estado possui algumas rotas bem consolidadas, como o Circuito Pé Vermelho, na região de Londrina; a rota da Caiçara, que será oficializada como rota cicloturística; e a Estrada da Graciosa, que ainda não foi sinalizada, mas já é utilizada em passeios. Ou seja, há muita margem para crescer ainda.

Com a crescente procura de municípios por orientações relativas ao planejamento de Rotas Cicloturísticas, deliberou-se por meio da Câmara Técnica de Saúde, Esporte e Cicloturismo/Conciclo, pela elaboração de um manual que pudesse orientá-los nesse sentido. Segundo Marta Yoshie Takahashi, Gerente de Planejamento do Paraná Projetos, 

“Esse manual é destinado aos técnicos locais e regionais, prefeituras, estudantes, cicloativistas, a todos que atuam no planejamento de uma rota cicloturística, servindo tanto para o setor público, setor privado e terceiro setor”.

O evento foi uma realização do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), Paraná Projetos/Secretaria de Estado de Planejamento e Projetos Estruturantes (SEPL), Ciclovida/Universidade Federal do Paraná (UFPR), Paraná Turismo/Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), Celepar, Câmara Técnica de Saúde e Esporte e Cicloturismo/Conciclo. E, além do lançamento do manual, abordou-se temas importantes relacionados ao cicloturismo como: infraestrutura, viabilidade técnica, desenvolvimento local e governança.

Eventos como esse permitem compartilhar boas práticas sobre o planejamento, implantação e gestão de rotas cicloturísticas. Por isso, o Paraná Projetos, que tem como finalidade a elaboração e gerenciamento de projetos visando o desenvolvimento estadual integrado, segundo princípios de sustentabilidade, foi responsável por coordenar a organização do evento com apoio de instituições parceiras e elaboração do manual.

Segundo o Ministério do Turismo, o cicloturismo é reconhecido como uma atividade que faz parte do turismo de aventura em vias convencionais e não convencionais. E é uma modalidade de turismo que conquista cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo. Em 2014, último dado disponível, era a principal motivação de viagem de 450 mil estrangeiros que visitaram o Brasil. De acordo com o manual, diante desse quadro, o cicloturismo é fundamental para contribuir com a geração de novos fluxos de visitantes, motivados pela temática da proposta, pelos aspectos culturais e ambientais do território, mas também pela infraestrutura ofertada. Além disso, segundo a Diretora de Planejamento e Projetos da Paraná Projetos, Patrícia Baratieri,

“O cicloturismo é uma forma de baixo investimento, que permite aos municípios criarem e promoverem seus roteiros por meio da valorização da cultura e fomento da economia local.”

O evento contou com aproximadamente 190 participantes (presencial e online) de todo Estado, representantes de diversas instituições e municípios, tais como: Irati, Ponta Grossa, Castro, Curitiba, Colombo, Apucarana, Borrazópolis, Guaíra, Piraí do Sul, Matelândia, Rio Negro, Jacarezinho, Cascavel, Piraquara, Nova Londrina, Morretes, São Pedro do Ivaí, Sengés, Matinhos, Prudentópolis, Lapa, Foz de Iguaçu, Mallet, Pontal do Paraná e Ivaiporã. E registrou-se também a presença de pessoas do Estado de Mato Grosso, Tocantins e Santa Catarina.

 O Manual de Planejamento de Rotas Cicloturísticas está disponível para download: CLIQUE AQUI.

 

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias